Se você nunca viu o Jer Thorp falar no palco, esta palestra é mais que uma obrigação.  Sua fala no TEDxVancouver em novembro do ano passado fala sobre o verão de 1985, quando seu pai chegou em casa com um Mac clássico. A máquina era um programa revolucionário chamado HyperCard, que para ele (e milhares de outros), abriu uma porta para a expressividade através da programação. Jer fala sobre o trabalho pessoal, assim como mais recente no NYTimes.

Para quem não conhece, Jer é um ‘artista de software’ e educador de Vancouver, no Canadá, e atualmente vive em Nova York. Seu trabalho explora as fronteiras entre a ciência, matemática e arte usando programas de computador sob encomenda. Thorp é atualmente Artista-de-dados residente do The New York Times, o primeiro artista em residência no Interactive Telecommunications Program (ITP) da Universidade de Nova York, e editor de contribuição para a Wired do Reino Unido.