Data Visualization

Giorgia Lupi e os dados

Texto publicado originalmente no Medium: https://brasil.uxdesign.cc/giorgia-lupi-e-os-dados-da8b4b961662

Quando encontrei o projeto Dear Data, criado pela Giorgia Lupi e Stefanie Posavec, na web pela primeira vez em 2015 a reação foi achar aquilo incrivelmente lindo. Mas o que representa? Como assim usar visualização de dados sem utilizar “nenhuma tecnologia”?

A ideia do projeto é representar vários dados do dia-a-dia delas em visualizações em cartões postais nos quais elas enviavam uma para outra (NY-Londres, Londres-NY) semana a semana por um ano. Elas se conheceram em eventos de visualização de dados e por conta do projeto puderam entender o dia-a-dia da outra de maneira mais emotiva e relevante.

Na sua palestra do TED a Giorgia descreve alguns questionamentos sobre data visualization e sua relação com os dados. Tem dois trechos que considero bem significativos e legais:

“O que o meu trabalho me ensinou através dos anos é que para entender os dados e seu potencial verdadeiro, às vezes temos que nos esquecer deles para enxergar através deles. Os dados são só uma ferramenta para representar a realidade. São sempre usados como substitutos de algo diferente, mas nunca são a realidade em si.”

“Por um ano nos conectamos de forma profunda pelos diários de dados compartilhados mas só pudemos fazer isso porque nos colocamos nos números, inserindo os contextos das nossas histórias a eles. Foi a única forma de fazê-los ter significado e nos representar.” (Giorgia Lupi)

Vejam a belíssima palestra dela:

Outra maneira de conhecer melhor o trabalho da Giorgia é ler, com calma, o texto Data Humanism, the Revolution will be Visualized. Nesse texto ela faz uma extensa reflexão sobre como o design da informação (principalmente na forma do design visual) pode ser importante para melhores visualizações de dados. Ou seja, um manifesto para voltarmos as bases, os fundamentos necessários para criar bons designs e como vamos contar melhores histórias por meio de representações gráficas. Tem um trecho do texto que acho fundamental para quem está começando a criar suas visualizações de dados:
Desenhe com dados de modo que, de certa forma, remova a tecnologia da equação antes de trazê-la para finalizar o design com ferramentas digitais. Introduza novas formas de pensar (…). Eu desenho para explorar livremente as possibilidades. Eu desenho para entender visualmente o que estou pensando, eu desenho para avaliar minhas ideias e intuições ao vê-las ganhar vida no papel, eu desenho para ajudar minha mente a pensar sem limitações, sem limites.” (Giorgia Lupi)Quer conhecer mais o trabalho da Giorgia? Confere os projetos da empresa dela, dá uma lida no livro Dear Data e acompanha o trabalho dela no Medium ou no Twitter.
Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *