Digital arts

Arte e Tecnologia em exposição no BCúbico

A partir desta terça-feira (29) até a próxima quinta-feira em Bcubico estará sediando a exposição Vazão, cujo eixo principal é a interrelação entre arte e tecnologia.  Na sexta-feira o espaço promove um debate entre o designer do C.E.S.A.R., hd mabuse, o designer da empresa 3Ecologias Ricardo Ruiz e este escriba, com a mediação do designer Rodrigo Medeiros.

A proposta do evento é colocar em evidência o debate, e as práticas, de apropriação tecnológica em diferentes niveis de complexidade e relacionar essa discussão às artes. Nesse sentido, as obras do Vazão formam (ou expressam) um corpo de abordagens teóricas e de suportes fisicos bastante variados.

O elemento que estabelece um vínculo comum entre os trabalhos nem e exatamente o uso de tecnologia nos respectivos processos de criação ou no ‘funcionamento das instalações’ – posto que toda criação humana sempre tem como base algum nível tecnológico envolvido. A liga no Vazão e outra. São as chamadas práticas de subversão de técnicas e tecnologias, a partir das quais se realiza a abertura de caixas pretas e a ‘brincadeira’ com o que se encontra lá.

A subversão de plataformas, de materiais e de tecnologias para fins diferentes daqueles para os quais foram pensados (e comercializados) se investe de uma pulsão por liberdade criadora aberta e necessariamente virtuosa. E interessante lembrar que esse ‘desvio’ faz parte da cultura brasileira de forma orgânica – o termo que melhor expressa esse vinculo talvez seja ‘gambiarra’. A palavra nos últimos anos vem sendo pensada e usada para além do censo comum, no sentido de expressar essa capacidade de reinvenção. No mesmo sentido, o termo  hackeamento, também ajuda a compreender o que há de comum nos trabalhos do Vazão. Além da exposição, o Vazão também resultará numa revista, com textos que ampliam a essa discussão sinalizada nos trabalhos.

Participam dessa amostra um variado conjunto de especialistas:

Ricardo Ruiz, Jeraman, Filipe Calegário , Rodrigo Medeiros , Jarbas Jácome, Manoel da Fonte, Ricardo Brazileiro , Autom.Ato , Livreiro Trêszerocinco, Edson Barrus , Thelmo Cristovam, Paulo Faltay , Henrique Foresti, João Paulo Cerquinho, Lula Pinto , H D Mabuse, Yann Beauvais

SERVIÇO

O QUE: EXPOSIÇÃO e PUBLICAÇÃO

ONDE: BCúbico, Rua do Bom Jesus, no. 127, quinto andar.

QUANDO:  de terça a sexta-feira 10 as 20h

DEBATE: sexta-feira, 1 de junho às 19hrs.

Entrada Grátis

Padrão
Data Visualization, Digital arts

Visualização de informação no PUG-PE

No último sábado, dia 5, participei d0 XVI Encontro do grupo de usuários Python em Pernambuco, o PUG-PE, apresentando um pouco da minha pesquisa sobre visualização de informação.

O evento contou ainda com várias palestras técnicas sobre python e também comentou um pouco sobre outros eventos que outros palestrantes participaram como a Python Brasil e o Startup Weekend Recife (este eu também fui).

Segue o resumo do evento no site do PUG-PE. O trecho que fala sobre minha palestra:

A próxima palestra foi a do convidado Rodrigo Medeiros, membro do grupo IXDA (Design de Interação) que apresentou sobre visualização da informação. Uma palestra que brilhou os olhos de muita gente com vários modelos e formatos de exibição de dados e a sua atual necessidade de plataformas para construção dessas visualizações. Atualmente ele vem estudando Python para aplicar na construção de novos modelos e também na exposição dos dados públicos governamentais por meio de API’s.  Muito legal essa mesclagem com outros grupos e ver o que Python também pode ajudar!

Padrão
Data Visualization, Digital arts

Warning (work in progress)

“Warning – Real Time Global Air Quality Display” é uma instalação reativa que recebe dados da internet a respeito da qualidade do ar (poluição) nas grandes cidades do mundo. Ao analisar esses dados, interpreta numa variação de cor em tons de azul (quando ótimo) ao vermelho (quando inapropriado). Resumidamente, o projeto será uma visualização de informação sobre qualidade do ar no mundo, com objetos com LEDs espalhadas por um espaço público.

Já fiz um protótipo para fazer o controlador de deslocamento num protocolo de rede low-tech e esta semana estou fazendo protótipos para a visualização utilizando o led rgb.

post-warning

Percebe‐se também no contexto artístico digital uma série de obras a utilizar objetos físicos como estrutura de apresentação (interface) para a visualização de informação. Dentro destes, trabalhos que abordam o tema do meio ambiente que começam a criar uma estética digital das mudanças climáticas e os “artistas do clima” (Malina, 2009), discutidos e analisados em artigos e congressos sobre arte.

O work in progress desse projeto vai sendo adicionado aqui neste blog.

Referência:
Malina, Roger F. (2009). Intimate Science and Hard Humanities. LEONARDO, Vol. 42, No. 3, p. 184.

Padrão
Digital arts

Protocolo de rede low-tech

No começo da semana passada (17/01), estive na UFPE onde o Prof. João Paulo da aula para verificar a melhor maneira de desenvolver o protótipo físico do projeto Warning que estou desenvolvendo também como projeto para minha dissertação do mestrado. Resumidamente, o projeto será uma visualização de informação sobre qualidade do ar no mundo, com bolas com LEDs espalhadas por um espaço público. Nesse dia o professor achou que a melhor solução para fazer a ligação de todos os LEDs que ligam as “bolas” seria o registrador de deslocamento. E chegamos a fazer um teste no laboratório da UFPE de eletrônica.

Na quarta feira, 19/01, fui encontrar com o Ricardo Brazileiro e com o Prof. João Paulo Cerquinho Cajueiro para continuar os estudos e também construir um protótipo. O professor neste vídeo mostra como fazer o controlador de deslocamento num Protocolo de rede low-tech, como acabamos chamando, para como mandar e distribuir informação com menos custo possível.

No protótipo abaixo já é uma tentativa de construção da placa com o registrador e o comparador para ligar dois LEDs RGB, nesse caso simulado por três leds convencionais verde.

foto2 warning

Padrão